Jump to content


Photo

VOCÊ TEM ROTINA DE ESTUDOS ?


  • Please log in to reply
36 replies to this topic

#1 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 05 outubro 2009 - 03:47

A mente apaga registros duplicados
Por Airton Luiz Mendonça
(Artigo do jornal O Estado de São Paulo)
O cérebro humano mede o tempo por meio da observação dos movimentos.

Se alguém colocar você dentro de uma sala branca vazia, sem nenhuma mobília, sem portas ou janelas, sem relógio.... você começará a perder a noção do tempo.

Por alguns dias, sua mente detectará a passagem do tempo sentindo as reações internas do seu corpo, incluindo os batimentos cardíacos, ciclos de sono, fome, sede e pressão sanguínea.

Isso acontece porque nossa noção de passagem do tempo deriva do movimento dos objetos, pessoas, sinais naturais e da repetição de eventos cíclicos, como o nascer e o pôr do sol.

Compreendido este ponto, há outra coisa que você tem que considerar:

Nosso cérebro é extremamente otimizado.

Ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho.

Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia.

Qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar conscientemente tal quantidade.

Por isso, a maior parte destes pensamentos é automatizada e não aparece no índice de eventos do dia e portanto, quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo.

É quando você se sente mais vivo.

Conforme a mesma experiência vai se repetindo, ele vai simplesmente colocando suas reações no modo automático e 'apagando' as experiências duplicadas.

Se você entendeu estes dois pontos, já vai compreender porque parece que o tempo acelera, quando ficamos mais velhos e porque os Natais chegam cada vez mais rapidamente.

Quando começamos a dirigir automóveis, tudo parece muito complicado, nossa atenção parece ser requisitada ao máximo.

Então, um dia dirigimos trocando de marcha, olhando os semáforos, lendo os sinais ou até falando ao celular ao mesmo tempo.

Como acontece?
Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas (você não lê com os olhos, mas com a imagem anterior, na mente); O cérebro já sabe qual marcha trocar (ele simplesmente pega suas experiências passadas e usa , no lugar de repetir realmente a experiência).

Ou seja, você não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a mente. Aqueles críticos segundos de troca de marcha, leitura de placa são apagados de sua noção de passagem do tempo.

Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida.

Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, -..... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.

Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década.

Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a...

ROTINA

A rotina é essencial para a vida e otimiza muita coisa, mas a maioria das pessoas ama tanto a rotina que, ao longo da vida, seu diário acaba sendo um livro de um só capítulo, repetido todos os anos.

Felizmente há um antídoto para a aceleração do tempo: M & M (Mude e Marque).

Mude, fazendo algo diferente e marque, fazendo um ritual, uma festa ou registros com fotos.

Mude de paisagem, tire férias com a família (sugiro que você tire férias sempre e, preferencialmente, para um lugar quente, um ano, e frio no seguinte) e marque com fotos, cartões postais e cartas.

Tenha filhos (eles destroem a rotina) e sempre faça festas de aniversário para eles, e para você (marcando o evento e diferenciando o dia).

Use e abuse dos rituais para tornar momentos especiais diferentes de momentos usuais.

Faça festas de noivado, casamento, 15 anos, bodas disso ou daquilo, bota-foras, participe do aniversário de formatura de sua turma, visite parentes distantes, entre na universidade com 60 anos, troque a cor do cabelo, deixe a barba, tire a barba, compre enfeites diferentes no Natal, vá a shows, cozinhe uma receita nova, tirada de um livro novo.

Escolha roupas diferentes, não pinte a casa da mesma cor, faça diferente.

Beije diferente sua paixão e viva com ela momentos diferentes.

Vá a mercados diferentes, leia livros diferentes, busque experiências diferentes.

Seja diferente.

Se você tiver dinheiro, especialmente se já estiver aposentado, vá com seu marido, esposa ou amigos para outras cidades ou países, veja outras culturas, visite museus estranhos, deguste pratos esquisitos... em outras palavras... V-I-V-A. !!!

Porque se você viver intensamente as diferenças, o tempo vai parecer mais longo.

E se tiver a sorte de estar casado(a) com alguém disposto(a) a viver e buscar coisas diferentes, seu livro será muito mais longo, muito mais interessante e muito mais v-i-v-o... do que a maioria dos livros da vida que existem por aí.

Cerque-se de amigos.

Amigos com gostos diferentes, vindos de lugares diferentes, com religiões diferentes e que gostam de comidas diferentes.

Enfim, acho que você já entendeu o recado, não é?

Boa sorte em suas experiências para expandir seu tempo, com qualidade, emoção, rituais e vida.


E S CR EVA em tAmaNhos diFeRenTes e em CorES



di fE rEn tEs !

CRIE, RECORTE, PINTE, RASGUE, MOLHE, DOBRE, PICOTE, INVENTE, REINVENTE...

V I V A !!!!!!!!





#2 Andrésax

Andrésax

    Membro Efetivo do Explicasax

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 1.067 posts
  • Gender:Male
  • Location:Brejo Alegre-interior de São Paulo
  • Interests:Aperfeiçoamento musical e amigos

Posted 05 outubro 2009 - 04:18

Legal! Esse exemplo serve para quem toca, e treina diariamente o saxofone laugh.gif Tocar, tocar e tocar! cool.gif

Sax Soprano Envelhecido Pearl River POR Ivan Meyer
boquilha Ivan Meyer 7 (2,00mm)
boquilha BARI 68
Palheta Fibracell Premier 1 1/5 

Sax Tenor Weril Master

Boquilha JAF T8

Flauta Doce Soprano Barroca Yamaha YRS-314BIII
Flauta Doce Contralto Barroca Aulos 309a

Flauta Doce Tenor  Barroca  Yamaha YRT-304BII


#3 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 05 outubro 2009 - 07:07

Amigos, essa matéria escrita no Jornal, realmente não fala de MÚSICA mas fala do CÉREBRO ,da MENTE com a qual fazemos música e das ROTINAS ...
Quando eu lí ,fiquei me perguntando e em nosso caso que somos músicos e fazemos EXERCÍCIOS DE REPETIÇÕES assim como um estudante de Karatê faz exercícios de REPETIÇÕES ( os famosos KATAS ) onde um movimento é repetido muitas e muitas vezes para que fiquei AUTOMATIZADO.
Queria conversar com vocês que são músicos e assim como eu TEM UMA ROTINA DE ESTUDOS sobre esta afirmaçõa do autor deste texto :
" Nosso cérebro é extremamente otimizado.
Ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho. ( POR ISSO EXERCÍCIOS DE REPETIÇÕES OTMIZAM OS MOVIMENTOS DOS DEDOS..)
Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia.
Qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar conscientemente tal quantidade.
Por isso, a maior parte destes pensamentos é automatizada e não aparece no índice de eventos do dia e portanto, quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo.
É quando você se sente mais vivo.
Conforme a mesma experiência vai se repetindo, ele vai simplesmente colocando suas reações no modo automático e 'apagando' as experiências duplicadas. "
Depois que lí essa parte do texto e me perguntei, será por isso que os MÚSICOS gistam tanto de improvisar ?
Pois é exatamente ai que nós quebramos a ROTINA dentro do nosso DIA A DIA DE MÚSICO no IMPROVISO .
" quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo. "
Com esta afirmação acima convido a refletir se ao LERMOS A PRIMEIRA VISTA ou IMPROVISAR UM TEMA NOVO estamos então nos sentindo mais vivo ?
Pois eu andava desanimado com meu desenvolvimento no sax e achei a solução ESTUDAR COISAS NOVAS para alguém que ja toca há 30 anos não é fácil encontrar coisas novas para estudar , mas ENCONTREI e tive exatamente esta sensação que o autor do texto nos conta .
Espero que seja útil para alguém pois realmente podemos nos VICIARMOS como músico em uma ROTINA onde acabamos formando uma velha opnião sobre todos os acordes e cadencias harmônicas .Onde um baixista pode e acaba criando uma ROTINA DE LINHAS MELÓDICAS no BAIXO que podem sim fazer parte da sua PERSONALIDADE MUSICAL o mesmo acontece com os SAXOFONISTAS ,sera este o motivo de COLTRANNE ter INVENTADO A COLTRANE CHANGES PARA PODER SAIR DA ROTINA DOS IIm,v7,Imaj7 ???? e se sentir mais vivo ?
Algo como sempre fazer o mesmo tipo de improviso quando vê por exemplo 04 compassos no acorde de E7 etc... acaba criando RESPOSTAS AUTOMÁTICA AO QUE ESTA VENDO ???
O TEXTO DIZ EXATAMENTE ISSO :

" Quando começamos a dirigir automóveis, tudo parece muito complicado, nossa atenção parece ser requisitada ao máximo.

Então, um dia dirigimos trocando de marcha, olhando os semáforos, lendo os sinais ou até falando ao celular ao mesmo tempo.

Como acontece?
Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas (você não lê com os olhos, mas com a imagem anterior, na mente); O cérebro já sabe qual marcha trocar (ele simplesmente pega suas experiências passadas e usa , no lugar de repetir realmente a experiência).

Ou seja, você não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a mente. Aqueles críticos segundos de troca de marcha, leitura de placa são apagados de sua noção de passagem do tempo.

Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "

Rodolfo foi exatamente isso que pude vivenciar nos meus anos como músico, onde acabei criando ROTINAS MELÓDICAS para VELHOS ACORDES JÁ CONHECIDOS ou seja quando eu ia tocar um Blues já ligava o PILOTO AUTOMÁTICO rsss

Ao ler este TEXTO fiquei curioso e refleti a respeito dessa ligação com a música ou seja a ROTINA DE ESTUDOS de um músico e o que é bom e o que é ruim.

Tive a oportunidade de testar isso comigo mesmo MUDANDO A MINHA ROTINA DE ESTUDOS e principalmente O CONTEÚDO DO ESTUDOS e parece que nasci de novo.
Estou feliz com o meu redescobrimento musical smile.gif
Quando escutamos a MESMA MÚSICA TODOS OS DIAS ou seja aquela velha canção que tanto gosta e passa anos e anos e continua gostando da mesma música o que acontece ? Ficamos viciados em escutar aquela música ou toda vez que escutamos a mesma música nosso cérebro RELAXA ? Pois não precisa pensar sobre esta música ou sobre a letra da música pois já conhece a rima e as cadências ?

" Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, -..... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.

Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década.

Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a ROTINA .

E no caso dos músicos ?

eu acho que precisamos MUDAR A NOSSA ROTINA ou seja ESTUDAR AS ESCALAS de uma forma diferente ou teremos nossos estudos ANULADOS .

Por isso muitos músicos se desenvolve no periodo de 05 anos e depoois ficam ESTAGNADOS ...estudam..estudam...todos os dias mas não sai do nível que se encontra e muitas vezes até baixa o nível ...

Será que estamos caindo em uma ARMADILHA de nossa mente onde simplesmente ela vai APAGANDO ?


" Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "

Essa afirmação acima de que a mente APAGA a EXPERIENCIA REPETIDA pode ser então a RAZÃO pela qual alguns músicos nunca ficam melhores pois são vítimas de sua própria rotina ,por isso MUDE sua forma de estudar , ouvir , interagir e deixe sua mente perceber O NOVO abra a sua MENTE ok

Tive a oportunidade de testar isso comigo mesmo MUDANDO A MINHA ROTINA DE ESTUDOS e principalmente
O CONTEÚDO DO ESTUDOS e parece que nasci de novo.
Estou feliz com o meu redescobrimento musical
Quando escutamos a MESMA MÚSICA TODOS OS DIAS ou seja aquela velha canção que tanto gosta e passa anos e anos e continua gostando da mesma música o que acontece ? Ficamos viciados em escutar aquela música ou toda vez que escutamos a mesma música nosso cérebro RELAXA ? Pois não precisa pensar sobre esta música ou sobre a letra da música pois já conhece a rima e as cadências ?

" Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, -..... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.

Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década.

Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a ROTINA .

E no caso dos músicos ?
eu acho que precisamos MUDAR A NOSSA ROTINA ou seja ESTUDAR AS ESCALAS de uma forma diferente ou teremos nossos estudos ANULADOS .

Por isso muitos músicos se desenvolve no periodo de 05 anos e depoois ficam ESTAGNADOS ...estudam..estudam...todos os dias mas não sai do nível que se encontra e muitas vezes até baixa o nível ...

Será que estamos caindo em uma ARMADILHA de nossa mente onde simplesmente ela vai APAGANDO ?


" Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "

Essa afirmação acima de que a mente APAGA a EXPERIENCIA REPETIDA pode ser então a RAZÃO pela qual alguns músicos nunca ficam melhores pois são vítimas de sua própria rotina ,por isso MUDE sua forma de estudar , ouvir , interagir e deixe sua mente perceber O NOVO abra a sua MENTE ok

Precisamos MUDAR A NOSSA ROTINA ou seja ESTUDAR AS ESCALAS de uma forma diferente ou teremos nossos estudos ANULADOS .
Por isso muitos músicos se desenvolve no periodo de 05 anos e depoois ficam ESTAGNADOS ...estudam..estudam...todos os dias mas não sai do nível que se encontra e muitas vezes até baixa o nível ...
Será que estamos caindo em uma ARMADILHA de nossa mente onde simplesmente ela vai APAGANDO ?
" Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "
Mateus essa afirmação acima de que a mente APAGA a EXPERIENCIA REPETIDA pode ser então a RAZÃO pela qual alguns músicos nunca ficam melhores pois são vítimas de sua própria rotina ,por isso MUDE sua forma de estudar , ouvir , interagir e deixe sua mente perceber O NOVO abra a sua MENTE ok
Foi pensando nisso tudo que comecei a entender o que deve ter acontecido com Coltrane ,Charlie Parker, Miles Davis, Pastórius etc...
ELES MUDARAM A ROTINA !
Sim mudaram a rotina das perguntas que sempre eram as mesmas ...
IMAGINO E AGORA SINTO O QUANTO FICA cansativo IMPROVISAR SOBRE O MESMO TEMA tendo que fazer algo diferente PARA A S MESMAS PERGUNTAS ( ACORDES )
FOI AI QUE A GRANDE GENIALIDADE DE COLTRANE depois de sua busca MISTICA e viagens pelo oriente , onde cantou mantras e dançou com sua alma ele DESCOBRIU que poderia MUDAR AS PERGUNTAS dos velhos STANDARS DE JAZZ ou seja mudar o que faz o mundo MOVER que SÃO AS PERGUNTAS e NÃO AS RESPOSTAS .
Neste momento de iluminação Coltrane mudou a ROTINA sobre a VELHA OPNIÃO FORMADA SOBRE TODOS OS ACORDES....Onde já existia ROOTAS ou melhor ROTINAS DE RESPOSTAS formando até uma MEMÓRIA COLETIVA nos músicos onde já se sabia o final da resposta pelo início da mesma.
Foi justamente nas VELHAS ROTINAS de IIm V7 Imaj presentes na maioria dos standars de JAZZ e BLUES que funcionavam como PERGUNTAS onde os músicos respondia de forma criatíva e mais variada possivel AS MESMAS VELHAS PERGUNTAS criando então um ACERVO DE RESPOSTAS que acabavam sendo
DECORADAS pelo músico onde AUTOMATICAMENTE respondia com VELHAS RESPOSTAS a VELHAS PERGUNTAS onde depois de muitos anos RESPONDENDO AS VELHAS PERGUNTAS as respostas acabam caindo em uma rotina, que seja 100 respostas diferentes para um mesmo acorde , mas isso acaba caindo na ROTINA DE NOSSA MENTE E OUVIDO que reage de forma automática ao estimulo que recebe .

Se te perguntam : QUEM DESCOBRIU O BRASIL ? Por mais que você queira enfeitar vai ter que falar PEDRO ALVAREZ CABRAL e acredito que a genialidade destes músicos aconteceu ao MUDAREM A VELHA PERGUNTA onde contem PEDRO ALVAREZ CABRAL .

Então no standar de jazz que tinha a velha pergunta IIm7 , V7, Imaj7 (quem descobriu o Brasil ) Coltrane fez algo diferente onde ele dava outra resposta justamente por ter MUDADO A PERGUNTA tipo:

Em vez de perguntar " QUEM DESCOBRIU O BRASIL " Coltrane fez a pergunta :
NA CARTA QUE PERO VAZ DE CARMINHA ENVIOU AO REI DE PORTUGAL ELE DISSE QUE AO TENTAREM ENCONTRAR O CAMINHO DAS INDIAS UM DOS SEUS CAPITÃES DESCOBRIU UMA NOVA TERRA BATIZADA DE BRASIL " JUNTAMENTE COM SEUS HOMENS A BORDO DAS 03 CARAVANAS PINTA ,SANTA MARIA E NINA , EM 1500 DEPOIS DE CRISTO.POIS BEM QUAL ERA O NOME DESTE QUE FOI O MOTIVO DA CARTA SER ENVIADA PELO ESCRIVÃO JURAMENTADO PERO VAZ CAMINHA OU CARMINHA ?

Foi mais ou menos isso ao meu entender que Coltrane fez ao REFORMULAR AS PERGUNTAS criando as COLTRANNE CHANGES , isso ESTIMULOU OS MÚSICOS A DAREM OUTRAS RESPOSTAS E NÃO AQUELA VELHA OPNIÃO FORMADA SOBRE TODOS OS ACORDES .

QUEM ESTUDA HARMONIA , SABE QUE ELE INOVOU HARMONICAMENTE AO SUBSTITUIR AS PERGUNTAS ( ACORDES JÁ MANJADOS ) POR OUTROS ACORDES QUE INDUZIRAM OS MÚSICOS A PENSAR MAIS NAS RESPOSTAS DANDO ASSIM UMA NOVA VIDA MÚSICAL UMA NOVA ROTINA ,ALGO NOVO PELO QUAL LUTAR, DOMINAR , VENCER ...
POR ISSO O TEMA GIANT STEPS ( Passos gigantes ) mostra como esta DESCOBERTA ou seja QUEBRA DA ROTINA fez com que COLTRANE encontrasse novas respostas que então estimulou novas perguntas ,mesmo que fossem sobre o mesmo assunto.

Procure sobre a SUBSTITUIÇÕES HARMÔNICAS DE COLTRANE ( COLTRANE CHANGES ) E VEJA O QUE ELE FEZ COM A VELHA PERGUNTA ( IIm,V7,Imaj7 ) PRESENTE NA velha rotina harmônica dos standars de jazz e blues e vai entender que o que move o mundo sempre foram as PERGUNTAS.
" A GENTE NÃO ENSINA NADA A NINGUÉM MAS ALGUNS APRENDEM...."
Abrs e boa sorte a todos !

Ivan Meyer






#4 Samuel.Grego

Samuel.Grego

    Membro Efetivo do Explicasax

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 2.240 posts
  • Gender:Male
  • Location:Limeira - SP
  • Interests:Saxofones, Piano e JAZZ

Posted 06 outubro 2009 - 08:13


O mapa da mina para o bom improviso.


The axe, the bottle and the rope.

#5 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 06 outubro 2009 - 09:03

Tive a oportunidade de testar isso comigo mesmo MUDANDO A MINHA ROTINA DE ESTUDOS e principalmente
O CONTEÚDO DO ESTUDOS e parece que nasci de novo.
Estou feliz com o meu redescobrimento musical
Quando escutamos a MESMA MÚSICA TODOS OS DIAS ou seja aquela velha canção que tanto gosta e passa anos e anos e continua gostando da mesma música o que acontece ? Ficamos viciados em escutar aquela música ou toda vez que escutamos a mesma música nosso cérebro RELAXA ? Pois não precisa pensar sobre esta música ou sobre a letra da música pois já conhece a rima e as cadências ?

" Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, -..... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.

Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década.

Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a ROTINA .

E no caso dos músicos ?
eu acho que precisamos MUDAR A NOSSA ROTINA ou seja ESTUDAR AS ESCALAS de uma forma diferente ou teremos nossos estudos ANULADOS .

Por isso muitos músicos se desenvolve no periodo de 05 anos e depoois ficam ESTAGNADOS ...estudam..estudam...todos os dias mas não sai do nível que se encontra e muitas vezes até baixa o nível ...

Será que estamos caindo em uma ARMADILHA de nossa mente onde simplesmente ela vai APAGANDO ?


" Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "

Essa afirmação acima de que a mente APAGA a EXPERIENCIA REPETIDA pode ser então a RAZÃO pela qual alguns músicos nunca ficam melhores pois são vítimas de sua própria rotina ,por isso MUDE sua forma de estudar , ouvir , interagir e deixe sua mente perceber O NOVO abra a sua MENTE ok

Precisamos MUDAR A NOSSA ROTINA ou seja ESTUDAR AS ESCALAS de uma forma diferente ou teremos nossos estudos ANULADOS .
Por isso muitos músicos se desenvolve no periodo de 05 anos e depoois ficam ESTAGNADOS ...estudam..estudam...todos os dias mas não sai do nível que se encontra e muitas vezes até baixa o nível ...
Será que estamos caindo em uma ARMADILHA de nossa mente onde simplesmente ela vai APAGANDO ?
" Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "
Mateus essa afirmação acima de que a mente APAGA a EXPERIENCIA REPETIDA pode ser então a RAZÃO pela qual alguns músicos nunca ficam melhores pois são vítimas de sua própria rotina ,por isso MUDE sua forma de estudar , ouvir , interagir e deixe sua mente perceber O NOVO abra a sua MENTE ok
Foi pensando nisso tudo que comecei a entender o que deve ter acontecido com Coltrane ,Charlie Parker, Miles Davis, Pastórius etc...
ELES MUDARAM A ROTINA !
Sim mudaram a rotina das perguntas que sempre eram as mesmas ...
IMAGINO E AGORA SINTO O QUANTO FICA cansativo IMPROVISAR SOBRE O MESMO TEMA tendo que fazer algo diferente PARA A S MESMAS PERGUNTAS ( ACORDES )
FOI AI QUE A GRANDE GENIALIDADE DE COLTRANE depois de sua busca MISTICA e viagens pelo oriente , onde cantou mantras e dançou com sua alma ele DESCOBRIU que poderia MUDAR AS PERGUNTAS dos velhos STANDARS DE JAZZ ou seja mudar o que faz o mundo MOVER que SÃO AS PERGUNTAS e NÃO AS RESPOSTAS .
Neste momento de iluminação Coltrane mudou a ROTINA sobre a VELHA OPNIÃO FORMADA SOBRE TODOS OS ACORDES....Onde já existia ROOTAS ou melhor ROTINAS DE RESPOSTAS formando até uma MEMÓRIA COLETIVA nos músicos onde já se sabia o final da resposta pelo início da mesma.
Foi justamente nas VELHAS ROTINAS de IIm V7 Imaj presentes na maioria dos standars de JAZZ e BLUES que funcionavam como PERGUNTAS onde os músicos respondia de forma criatíva e mais variada possivel AS MESMAS VELHAS PERGUNTAS criando então um ACERVO DE RESPOSTAS que acabavam sendo
DECORADAS pelo músico onde AUTOMATICAMENTE respondia com VELHAS RESPOSTAS a VELHAS PERGUNTAS onde depois de muitos anos RESPONDENDO AS VELHAS PERGUNTAS as respostas acabam caindo em uma rotina, que seja 100 respostas diferentes para um mesmo acorde , mas isso acaba caindo na ROTINA DE NOSSA MENTE E OUVIDO que reage de forma automática ao estimulo que recebe .

Se te perguntam : QUEM DESCOBRIU O BRASIL ? Por mais que você queira enfeitar vai ter que falar PEDRO ALVAREZ CABRAL e acredito que a genialidade destes músicos aconteceu ao MUDAREM A VELHA PERGUNTA onde contem PEDRO ALVAREZ CABRAL .

Então no standar de jazz que tinha a velha pergunta IIm7 , V7, Imaj7 (quem descobriu o Brasil ) Coltrane fez algo diferente onde ele dava outra resposta justamente por ter MUDADO A PERGUNTA tipo:

Em vez de perguntar " QUEM DESCOBRIU O BRASIL " Coltrane fez a pergunta :
NA CARTA QUE PERO VAZ DE CARMINHA ENVIOU AO REI DE PORTUGAL ELE DISSE QUE AO TENTAREM ENCONTRAR O CAMINHO DAS INDIAS UM DOS SEUS CAPITÃES DESCOBRIU UMA NOVA TERRA BATIZADA DE BRASIL " JUNTAMENTE COM SEUS HOMENS A BORDO DAS 03 CARAVANAS PINTA ,SANTA MARIA E NINA , EM 1500 DEPOIS DE CRISTO.POIS BEM QUAL ERA O NOME DESTE QUE FOI O MOTIVO DA CARTA SER ENVIADA PELO ESCRIVÃO JURAMENTADO PERO VAZ CAMINHA OU CARMINHA ?

Foi mais ou menos isso ao meu entender que Coltrane fez ao REFORMULAR AS PERGUNTAS criando as COLTRANNE CHANGES , isso ESTIMULOU OS MÚSICOS A DAREM OUTRAS RESPOSTAS E NÃO AQUELA VELHA OPNIÃO FORMADA SOBRE TODOS OS ACORDES .

QUEM ESTUDA HARMONIA , SABE QUE ELE INOVOU HARMONICAMENTE AO SUBSTITUIR AS PERGUNTAS ( ACORDES JÁ MANJADOS ) POR OUTROS ACORDES QUE INDUZIRAM OS MÚSICOS A PENSAR MAIS NAS RESPOSTAS DANDO ASSIM UMA NOVA VIDA MÚSICAL UMA NOVA ROTINA ,ALGO NOVO PELO QUAL LUTAR, DOMINAR , VENCER ...
POR ISSO O TEMA GIANT STEPS ( Passos gigantes ) mostra como esta DESCOBERTA ou seja QUEBRA DA ROTINA fez com que COLTRANE encontrasse novas respostas que então estimulou novas perguntas ,mesmo que fossem sobre o mesmo assunto.

Procure sobre a SUBSTITUIÇÕES HARMÔNICAS DE COLTRANE ( COLTRANE CHANGES ) E VEJA O QUE ELE FEZ COM A VELHA PERGUNTA ( IIm,V7,Imaj7 ) PRESENTA NA velha rotina harmônica dos standar de jazz e blues e vai entender que o que move o mundo sempre foram as PERGUNTAS.
" A GENTE NÃO ENSINA NADA A NINGUÉM MAS ALGUNS APRENDEM...."
Abrs e boa sorte a todos !

Ivan Meyer


#6 Prof. Natan (TechWind)

Prof. Natan (TechWind)

    PROFESSOR

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 1.539 posts
  • Gender:Male
  • Location:Sao Paulo
  • Interests:Musica, Modern Jazz, Instrumentos eletronicos em geral, Softwares musicais, Saxofones e Trumpet.

Posted 22 outubro 2009 - 07:18


Isto aplicado a coisas dificeis de estudar... vale a pena.
Na primeira leitura é dificilimo...
na segunda, nem tanto....
pela centesima vez... tiramos tudo de letra....

só não consegui aplicar isto ainda a Giant Steps... pq talvez nao tenha dedicado tempo suficiente para ela...
mas um dia chego lá....

AKAI EWI USB (Windcontroller) - Um laptop, varios plug-in's e muitas idéias!.
Sax Alto Mib (réplica do Selmer)
Boquilha Claude Lakey (com ressonador)
Soprano Weril Custom By Ivan Meyer
Boquilha Bari (com ressonador)
(Adoro este instrumento!!!)

#7 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 04 fevereiro 2010 - 06:54

Eu mudei minha rotina geral rsss Estou até morando em outra cidade smile.gif
Abrs
Ivan Meyer

#8 PCTAPUIA

PCTAPUIA

    Usuário

  • Membros
  • Pip
  • 59 posts
  • Gender:Male
  • Location:Dores do Indaiá - MG
  • Interests:Fotografia e agora Sax.

Posted 07 fevereiro 2010 - 05:19

Caro Prof. Ivan, uma ótima lição, quem sabe o caminho das pedras. Para ser aplicada a todos que já vivenciaram todos os estudos da música e para incentivar aos iniciantes. Enfim aplicação em toda nossa vida. Obrigado pelo artigo e principalmente pelo belo comentário.

#9 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 07 fevereiro 2010 - 06:21

Tapuia, realmente este texto é algo que veho fazendo há muito tempo e nem percebiua , é algo como a FORMULA DA FELICIDADE smile.gif
Abrs
Ivan Meyer

#10 Eliabe Claudiano

Eliabe Claudiano

    Usuário Destaque

  • Membros
  • PipPipPipPip
  • 602 posts
  • Gender:Male
  • Location:Nerópolis/Goiás

Posted 09 fevereiro 2010 - 12:00

Realmente muito bom o post,obrigado Mestre Ivan Meyer por compartilhar conosco grandes descobertas...

Abs
"DEUS É BOM!!!!!"



Saxofones:

Soprano MICHAEL WSSM 46 Escovado

Boquilhas:

MICHAEL Original S/N [Soprano]

Esprit Bari 6 [Soprano]

Boquilhas DL D7 [Soprano]

Palhetas:

VANDOREN JAVA RED 2 / [Soprano]

Teclados:
YAMAHA PSR E423

Equipamentos de Audio:
Interface FAST TRACK USB M-AUDIO
Microfone LESON SM 58
Microfone SHURE SM 57
Headphone KOSS

Softwares de Audio:
SONAR PE 8.0
SOUND FORGE 9.0
PRO TOOLS M-Powered 8.0

Facebook Youtube My Space





QUER APRENDER A IMPROVISAR ? ENTÃO ESTUDE ISSO : http://www2.ivanmeye...showtopic=27294

#11 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 20 fevereiro 2010 - 12:49

E ai ? Vai quebrar a ROTINA ?

#12 PCTAPUIA

PCTAPUIA

    Usuário

  • Membros
  • Pip
  • 59 posts
  • Gender:Male
  • Location:Dores do Indaiá - MG
  • Interests:Fotografia e agora Sax.

Posted 20 fevereiro 2010 - 12:28

Caro Prof. Ivan, estou tentando aplicar estes ensinamentos na prática. Mas tomei a liberdade e já o retransmiti e vários amigos. Abraços. PCTAPUIA

#13 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 30 julho 2011 - 12:57

isto é importante !

#14 Valquiria Souza

Valquiria Souza

    Membro Efetivo do Explicasax

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 2.455 posts
  • Gender:Female
  • Location:São Paulo - SP
  • Interests:Natureza, sax, flauta transversal, psicologia, filmes

Posted 30 julho 2011 - 04:01

Isso é muito importante ter consciencia, pois qdo caimos na rotina vem o tédio, q nos desincentiva e nossa atenção é desviada dos estudos e aprendizagem que é o foco principal. O estudo tem que sempre ser interesante, pois acabamos caindo na produção qdo repetimos além do que deveriamos. Nosso cerebro requer sempre inovação, coisas novas....

Exelente prof. Ivan !!! Isso dá uma tese de mestrado musical na minha humilde opnião.... smile.gif

Abçs

Val
smile.gif

Tú és fiel, Senhor

"Provai e vê que o Senhor é Bom, bem aventurado o aquele que nEle se refugia." Salmo 34

sax alto:
conductor by Ivan Meyer
boquilha latão by Ivan Meyer 7 - palheta fibracell premier 1,5 


sax tenor:
conn shooting star 1970 todo original  regulado by Ivan Meyer
boquilha Ivan Meyer 8* aluminio - refaceada para jazz antigo por Ivan Meyer
palheta fibracell 1,5 

 

outros:
teclado psr 1000 yamaha
flauta transversal yamaha 211s 
flauta andina de bambú
violão Digiorgio Master
Pedal behringer DR 600 reverb

microfone p/ flauta LMC

microfone sax arcano

 

"Quem pergunta pode parecer tolo por 5 mim., mas quem não pergunta é tolo a vida inteira !!! " Proverbio chinês.


#15 Valquiria Souza

Valquiria Souza

    Membro Efetivo do Explicasax

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 2.455 posts
  • Gender:Female
  • Location:São Paulo - SP
  • Interests:Natureza, sax, flauta transversal, psicologia, filmes

Posted 30 julho 2011 - 04:07

Prof. Ivan, vc me lembra um verdadeiro prof. que ensina não somente as técnicas, mas tb prepara o aluno para a vida. Faz a gente pensar e saber o pq das coisas, tornado a vida um espetáculo a ser descoberto a cada instante. Minha mãe ( que era profª.) dizia que esses são os verdadeiros profs., o resto é apenas imitação...

Abçs
Val
smile.gif

Tú és fiel, Senhor

"Provai e vê que o Senhor é Bom, bem aventurado o aquele que nEle se refugia." Salmo 34

sax alto:
conductor by Ivan Meyer
boquilha latão by Ivan Meyer 7 - palheta fibracell premier 1,5 


sax tenor:
conn shooting star 1970 todo original  regulado by Ivan Meyer
boquilha Ivan Meyer 8* aluminio - refaceada para jazz antigo por Ivan Meyer
palheta fibracell 1,5 

 

outros:
teclado psr 1000 yamaha
flauta transversal yamaha 211s 
flauta andina de bambú
violão Digiorgio Master
Pedal behringer DR 600 reverb

microfone p/ flauta LMC

microfone sax arcano

 

"Quem pergunta pode parecer tolo por 5 mim., mas quem não pergunta é tolo a vida inteira !!! " Proverbio chinês.


#16 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 30 julho 2011 - 04:58

Obrigado Val smile.gif é preciso ter harmonia com o todo e não somente com a música smile.gif
Abrs
Ivan Meyer

Obs: Meus pais e avós eram professores

#17 Blonski

Blonski

    PROFESSOR

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 4.909 posts
  • Gender:Male
  • Location:Curitiba - Paraná

Posted 30 julho 2011 - 09:20

QUOTE(Prof.Ivan Meyer @ 05/10/2009 - 20:07) <{POST_SNAPBACK}>
Amigos, essa matéria escrita no Jornal, realmente não fala de MÚSICA mas fala do CÉREBRO ,da MENTE com a qual fazemos música e das ROTINAS ...
Quando eu lí ,fiquei me perguntando e em nosso caso que somos músicos e fazemos EXERCÍCIOS DE REPETIÇÕES assim como um estudante de Karatê faz exercícios de REPETIÇÕES ( os famosos KATAS ) onde um movimento é repetido muitas e muitas vezes para que fiquei AUTOMATIZADO.
Queria conversar com vocês que são músicos e assim como eu TEM UMA ROTINA DE ESTUDOS sobre esta afirmaçõa do autor deste texto :
" Nosso cérebro é extremamente otimizado.
Ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho. ( POR ISSO EXERCÍCIOS DE REPETIÇÕES OTMIZAM OS MOVIMENTOS DOS DEDOS..)
Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia.
Qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar conscientemente tal quantidade.
Por isso, a maior parte destes pensamentos é automatizada e não aparece no índice de eventos do dia e portanto, quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo.
É quando você se sente mais vivo.
Conforme a mesma experiência vai se repetindo, ele vai simplesmente colocando suas reações no modo automático e 'apagando' as experiências duplicadas. "
Depois que lí essa parte do texto e me perguntei, será por isso que os MÚSICOS gistam tanto de improvisar ?
Pois é exatamente ai que nós quebramos a ROTINA dentro do nosso DIA A DIA DE MÚSICO no IMPROVISO .
" quando você vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo. "
Com esta afirmação acima convido a refletir se ao LERMOS A PRIMEIRA VISTA ou IMPROVISAR UM TEMA NOVO estamos então nos sentindo mais vivo ?
Pois eu andava desanimado com meu desenvolvimento no sax e achei a solução ESTUDAR COISAS NOVAS para alguém que ja toca há 30 anos não é fácil encontrar coisas novas para estudar , mas ENCONTREI e tive exatamente esta sensação que o autor do texto nos conta .
Espero que seja útil para alguém pois realmente podemos nos VICIARMOS como músico em uma ROTINA onde acabamos formando uma velha opnião sobre todos os acordes e cadencias harmônicas .Onde um baixista pode e acaba criando uma ROTINA DE LINHAS MELÓDICAS no BAIXO que podem sim fazer parte da sua PERSONALIDADE MUSICAL o mesmo acontece com os SAXOFONISTAS ,sera este o motivo de COLTRANNE ter INVENTADO A COLTRANE CHANGES PARA PODER SAIR DA ROTINA DOS IIm,v7,Imaj7 ???? e se sentir mais vivo ?
Algo como sempre fazer o mesmo tipo de improviso quando vê por exemplo 04 compassos no acorde de E7 etc... acaba criando RESPOSTAS AUTOMÁTICA AO QUE ESTA VENDO ???
O TEXTO DIZ EXATAMENTE ISSO :

" Quando começamos a dirigir automóveis, tudo parece muito complicado, nossa atenção parece ser requisitada ao máximo.

Então, um dia dirigimos trocando de marcha, olhando os semáforos, lendo os sinais ou até falando ao celular ao mesmo tempo.

Como acontece?
Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas (você não lê com os olhos, mas com a imagem anterior, na mente); O cérebro já sabe qual marcha trocar (ele simplesmente pega suas experiências passadas e usa , no lugar de repetir realmente a experiência).

Ou seja, você não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a mente. Aqueles críticos segundos de troca de marcha, leitura de placa são apagados de sua noção de passagem do tempo.

Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "

Rodolfo foi exatamente isso que pude vivenciar nos meus anos como músico, onde acabei criando ROTINAS MELÓDICAS para VELHOS ACORDES JÁ CONHECIDOS ou seja quando eu ia tocar um Blues já ligava o PILOTO AUTOMÁTICO rsss

Ao ler este TEXTO fiquei curioso e refleti a respeito dessa ligação com a música ou seja a ROTINA DE ESTUDOS de um músico e o que é bom e o que é ruim.

Tive a oportunidade de testar isso comigo mesmo MUDANDO A MINHA ROTINA DE ESTUDOS e principalmente O CONTEÚDO DO ESTUDOS e parece que nasci de novo.
Estou feliz com o meu redescobrimento musical smile.gif
Quando escutamos a MESMA MÚSICA TODOS OS DIAS ou seja aquela velha canção que tanto gosta e passa anos e anos e continua gostando da mesma música o que acontece ? Ficamos viciados em escutar aquela música ou toda vez que escutamos a mesma música nosso cérebro RELAXA ? Pois não precisa pensar sobre esta música ou sobre a letra da música pois já conhece a rima e as cadências ?

" Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, -..... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.

Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década.

Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a ROTINA .

E no caso dos músicos ?

eu acho que precisamos MUDAR A NOSSA ROTINA ou seja ESTUDAR AS ESCALAS de uma forma diferente ou teremos nossos estudos ANULADOS .

Por isso muitos músicos se desenvolve no periodo de 05 anos e depoois ficam ESTAGNADOS ...estudam..estudam...todos os dias mas não sai do nível que se encontra e muitas vezes até baixa o nível ...

Será que estamos caindo em uma ARMADILHA de nossa mente onde simplesmente ela vai APAGANDO ?


" Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "

Essa afirmação acima de que a mente APAGA a EXPERIENCIA REPETIDA pode ser então a RAZÃO pela qual alguns músicos nunca ficam melhores pois são vítimas de sua própria rotina ,por isso MUDE sua forma de estudar , ouvir , interagir e deixe sua mente perceber O NOVO abra a sua MENTE ok

Tive a oportunidade de testar isso comigo mesmo MUDANDO A MINHA ROTINA DE ESTUDOS e principalmente
O CONTEÚDO DO ESTUDOS e parece que nasci de novo.
Estou feliz com o meu redescobrimento musical
Quando escutamos a MESMA MÚSICA TODOS OS DIAS ou seja aquela velha canção que tanto gosta e passa anos e anos e continua gostando da mesma música o que acontece ? Ficamos viciados em escutar aquela música ou toda vez que escutamos a mesma música nosso cérebro RELAXA ? Pois não precisa pensar sobre esta música ou sobre a letra da música pois já conhece a rima e as cadências ?

" Conforme envelhecemos as coisas começam a se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, -..... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido longo e cheio de novidades), vão diminuindo.

Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidade na semana, no ano ou, para algumas pessoas, na década.

Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a ROTINA .

E no caso dos músicos ?
eu acho que precisamos MUDAR A NOSSA ROTINA ou seja ESTUDAR AS ESCALAS de uma forma diferente ou teremos nossos estudos ANULADOS .

Por isso muitos músicos se desenvolve no periodo de 05 anos e depoois ficam ESTAGNADOS ...estudam..estudam...todos os dias mas não sai do nível que se encontra e muitas vezes até baixa o nível ...

Será que estamos caindo em uma ARMADILHA de nossa mente onde simplesmente ela vai APAGANDO ?


" Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "

Essa afirmação acima de que a mente APAGA a EXPERIENCIA REPETIDA pode ser então a RAZÃO pela qual alguns músicos nunca ficam melhores pois são vítimas de sua própria rotina ,por isso MUDE sua forma de estudar , ouvir , interagir e deixe sua mente perceber O NOVO abra a sua MENTE ok

Precisamos MUDAR A NOSSA ROTINA ou seja ESTUDAR AS ESCALAS de uma forma diferente ou teremos nossos estudos ANULADOS .
Por isso muitos músicos se desenvolve no periodo de 05 anos e depoois ficam ESTAGNADOS ...estudam..estudam...todos os dias mas não sai do nível que se encontra e muitas vezes até baixa o nível ...
Será que estamos caindo em uma ARMADILHA de nossa mente onde simplesmente ela vai APAGANDO ?
" Quando você começa a repetir algo exatamente igual, a mente apaga a experiência repetida. "
Mateus essa afirmação acima de que a mente APAGA a EXPERIENCIA REPETIDA pode ser então a RAZÃO pela qual alguns músicos nunca ficam melhores pois são vítimas de sua própria rotina ,por isso MUDE sua forma de estudar , ouvir , interagir e deixe sua mente perceber O NOVO abra a sua MENTE ok
Foi pensando nisso tudo que comecei a entender o que deve ter acontecido com Coltrane ,Charlie Parker, Miles Davis, Pastórius etc...
ELES MUDARAM A ROTINA !
Sim mudaram a rotina das perguntas que sempre eram as mesmas ...
IMAGINO E AGORA SINTO O QUANTO FICA cansativo IMPROVISAR SOBRE O MESMO TEMA tendo que fazer algo diferente PARA A S MESMAS PERGUNTAS ( ACORDES )
FOI AI QUE A GRANDE GENIALIDADE DE COLTRANE depois de sua busca MISTICA e viagens pelo oriente , onde cantou mantras e dançou com sua alma ele DESCOBRIU que poderia MUDAR AS PERGUNTAS dos velhos STANDARS DE JAZZ ou seja mudar o que faz o mundo MOVER que SÃO AS PERGUNTAS e NÃO AS RESPOSTAS .
Neste momento de iluminação Coltrane mudou a ROTINA sobre a VELHA OPNIÃO FORMADA SOBRE TODOS OS ACORDES....Onde já existia ROOTAS ou melhor ROTINAS DE RESPOSTAS formando até uma MEMÓRIA COLETIVA nos músicos onde já se sabia o final da resposta pelo início da mesma.
Foi justamente nas VELHAS ROTINAS de IIm V7 Imaj presentes na maioria dos standars de JAZZ e BLUES que funcionavam como PERGUNTAS onde os músicos respondia de forma criatíva e mais variada possivel AS MESMAS VELHAS PERGUNTAS criando então um ACERVO DE RESPOSTAS que acabavam sendo
DECORADAS pelo músico onde AUTOMATICAMENTE respondia com VELHAS RESPOSTAS a VELHAS PERGUNTAS onde depois de muitos anos RESPONDENDO AS VELHAS PERGUNTAS as respostas acabam caindo em uma rotina, que seja 100 respostas diferentes para um mesmo acorde , mas isso acaba caindo na ROTINA DE NOSSA MENTE E OUVIDO que reage de forma automática ao estimulo que recebe .

Se te perguntam : QUEM DESCOBRIU O BRASIL ? Por mais que você queira enfeitar vai ter que falar PEDRO ALVAREZ CABRAL e acredito que a genialidade destes músicos aconteceu ao MUDAREM A VELHA PERGUNTA onde contem PEDRO ALVAREZ CABRAL .

Então no standar de jazz que tinha a velha pergunta IIm7 , V7, Imaj7 (quem descobriu o Brasil ) Coltrane fez algo diferente onde ele dava outra resposta justamente por ter MUDADO A PERGUNTA tipo:

Em vez de perguntar " QUEM DESCOBRIU O BRASIL " Coltrane fez a pergunta :
NA CARTA QUE PERO VAZ DE CARMINHA ENVIOU AO REI DE PORTUGAL ELE DISSE QUE AO TENTAREM ENCONTRAR O CAMINHO DAS INDIAS UM DOS SEUS CAPITÃES DESCOBRIU UMA NOVA TERRA BATIZADA DE BRASIL " JUNTAMENTE COM SEUS HOMENS A BORDO DAS 03 CARAVANAS PINTA ,SANTA MARIA E NINA , EM 1500 DEPOIS DE CRISTO.POIS BEM QUAL ERA O NOME DESTE QUE FOI O MOTIVO DA CARTA SER ENVIADA PELO ESCRIVÃO JURAMENTADO PERO VAZ CAMINHA OU CARMINHA ?

Foi mais ou menos isso ao meu entender que Coltrane fez ao REFORMULAR AS PERGUNTAS criando as COLTRANNE CHANGES , isso ESTIMULOU OS MÚSICOS A DAREM OUTRAS RESPOSTAS E NÃO AQUELA VELHA OPNIÃO FORMADA SOBRE TODOS OS ACORDES .

QUEM ESTUDA HARMONIA , SABE QUE ELE INOVOU HARMONICAMENTE AO SUBSTITUIR AS PERGUNTAS ( ACORDES JÁ MANJADOS ) POR OUTROS ACORDES QUE INDUZIRAM OS MÚSICOS A PENSAR MAIS NAS RESPOSTAS DANDO ASSIM UMA NOVA VIDA MÚSICAL UMA NOVA ROTINA ,ALGO NOVO PELO QUAL LUTAR, DOMINAR , VENCER ...
POR ISSO O TEMA GIANT STEPS ( Passos gigantes ) mostra como esta DESCOBERTA ou seja QUEBRA DA ROTINA fez com que COLTRANE encontrasse novas respostas que então estimulou novas perguntas ,mesmo que fossem sobre o mesmo assunto.

Procure sobre a SUBSTITUIÇÕES HARMÔNICAS DE COLTRANE ( COLTRANE CHANGES ) E VEJA O QUE ELE FEZ COM A VELHA PERGUNTA ( IIm,V7,Imaj7 ) PRESENTE NA velha rotina harmônica dos standars de jazz e blues e vai entender que o que move o mundo sempre foram as PERGUNTAS.
" A GENTE NÃO ENSINA NADA A NINGUÉM MAS ALGUNS APRENDEM...."
Abrs e boa sorte a todos !

Ivan Meyer


Mestre Ivan, tem coisas dobradas aí, deve ter sido na hora de colar o texto, mas deu pra entender. Qual a sugestão para sair da rotina ao estudar as mesmas escalas, de novo, e novamente, e mais uma vez... ?

Saxofone Tenor Yamaha YTS 62 Mark II-Tudel G1 com Booster — Alto " Martk VI " da Yamaha - YAS 82Z -Tudel G1 Custom - Soprano Vintage Vito Stencil
Violinos que eu mesmo fiz — Zaphon — Harmonica 64 vozes...
Boquilha Ivan Meyer Vintage Jazz 8* Dave Guardala Crescent Otto Link STM NY 8 All Gold

Vandoren Paris " 3 Bandas "

Fibracell Premier Custom — Rico La Voz — Vandoren Java Red — Rico Reserve

Selmer Soloist " F " - Yamaha 4C Custom

Vandoren Optimum

Vandoren ZZ Jazz — Fibracell Premier — Rico Reserve
Selmer Super Session " I " — Selmer S80 C*

François Louis Ultimate
Vandoren ZZ Jazz - Java Red - Traditonal — Rico Reserve

Som: Shure PGX4 - Shure WB98H/C

Professores de Saxofone:
Leo Gandelman, Hector Costita, Nivaldo Ornelas,
Vinícius Dorin, Emiliano Barri, Raul Valente, Rodrigo Capistrano. . .

Linguagem e Estruturação Musical: Andre Dittrich - Harmonia: Alexy Viegas

Maestros: Dario Sotelo - . . .

Tocando do Lado Grave ao Altivo da Força !

Networking Remunerado Blonski
Posted Image

.

Posted Image .. Posted Image .. Posted Image .. Site...



#18 Prof.Ivan Meyer

Prof.Ivan Meyer

    Fundador do Explicasax

  • Administradores
  • 13.559 posts
  • Gender:Male
  • Location:Pouso Alegre - Sul de Minas Gereais
  • Interests:Música e natureza

Posted 30 julho 2011 - 10:23

o segredo é fazer diferente smile.gif

Por exemplo colocar um patern de bateria e tocar as escalas junto com a bateria e CRIAR EXERCÍCIOS COM A ESCALA como se as notas fossem NÚMEROS ou seja :

Conte de 1 a 8 pensando por exemplo em MI MAIOR e faça = mi,fa#,sol#,la,si,do#,re#,mi

agora aplique esta sequencia

1...6 ( VOLTE NA ESCALA ) MI....DO#,SI,LA,SOL#,FA#..PARANDO NO 2 E ENTAO AVANCE APARTIR DO 2 PARA O 7 E DESÇA.....PARANDO NO 3 E AVANÇA PARA O 8 E DESÇA .ATÉ O 4 E AVANÇA PARA O 10 E VAI FAZENDO ISSO ATÉ COMPLETAR O CICLO ENTENDEU ?

Eu crio meus exercícios todos os dias, crio melodias que faço em todos os tons ....

vou te dar uma ideia com arpejo maior ( 1,3,5,8 )

toque em mi maior 3 1 5 3 ( 8 5 10 8 ) 12 ,10, 8, 5, 3, 1

EU FAÇO ESTA FORMULA ACIMA EM TODOS OS TONS .


RESUMINDO :

1,2,3,4,5,6,7 É IGUAL A 8,9,10,11,12,13,14 ( QUE É UMA OITAVA ACIMA ) & 15,16,17,18,19,20,21, É 02 OITAVAS ACIMA DOS NÚMEROS SIMPLES.

VC PODE ENTÃO CRIAR SEUS EXERCÍCIOS MATEMATICAMENTE .


Abrs
Ivan Meyer

obs: ESTUDE CHORINHOS POIS SÓ TEM ESCALAS E ARPEJOS

#19 Blonski

Blonski

    PROFESSOR

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 4.909 posts
  • Gender:Male
  • Location:Curitiba - Paraná

Posted 31 julho 2011 - 11:52

QUOTE(Prof.Ivan Meyer @ 30/07/2011 - 23:23) <{POST_SNAPBACK}>
o segredo é fazer diferente smile.gif

Por exemplo colocar um patern de bateria e tocar as escalas junto com a bateria e CRIAR EXERCÍCIOS COM A ESCALA como se as notas fossem NÚMEROS ou seja :

Conte de 1 a 8 pensando por exemplo em MI MAIOR e faça = mi,fa#,sol#,la,si,do#,re#,mi

agora aplique esta sequencia

1...6 ( VOLTE NA ESCALA ) MI....DO#,SI,LA,SOL#,FA#..PARANDO NO 2 E ENTAO AVANCE APARTIR DO 2 PARA O 7 E DESÇA.....PARANDO NO 3 E AVANÇA PARA O 8 E DESÇA .ATÉ O 4 E AVANÇA PARA O 10 E VAI FAZENDO ISSO ATÉ COMPLETAR O CICLO ENTENDEU ?

Eu crio meus exercícios todos os dias, crio melodias que faço em todos os tons ....

vou te dar uma ideia com arpejo maior ( 1,3,5,8 )

toque em mi maior 3 1 5 3 ( 8 5 10 8 ) 12 ,10, 8, 5, 3, 1

EU FAÇO ESTA FORMULA ACIMA EM TODOS OS TONS .


RESUMINDO :

1,2,3,4,5,6,7 É IGUAL A 8,9,10,11,12,13,14 ( QUE É UMA OITAVA ACIMA ) & 15,16,17,18,19,20,21, É 02 OITAVAS ACIMA DOS NÚMEROS SIMPLES.

VC PODE ENTÃO CRIAR SEUS EXERCÍCIOS MATEMATICAMENTE .


Abrs
Ivan Meyer

obs: ESTUDE CHORINHOS POIS SÓ TEM ESCALAS E ARPEJOS


Valeu Mestre Ivan, vou exercitar numericamente as escalas, pra variar a forma de raciocínio... eusa_think.gif

Saxofone Tenor Yamaha YTS 62 Mark II-Tudel G1 com Booster — Alto " Martk VI " da Yamaha - YAS 82Z -Tudel G1 Custom - Soprano Vintage Vito Stencil
Violinos que eu mesmo fiz — Zaphon — Harmonica 64 vozes...
Boquilha Ivan Meyer Vintage Jazz 8* Dave Guardala Crescent Otto Link STM NY 8 All Gold

Vandoren Paris " 3 Bandas "

Fibracell Premier Custom — Rico La Voz — Vandoren Java Red — Rico Reserve

Selmer Soloist " F " - Yamaha 4C Custom

Vandoren Optimum

Vandoren ZZ Jazz — Fibracell Premier — Rico Reserve
Selmer Super Session " I " — Selmer S80 C*

François Louis Ultimate
Vandoren ZZ Jazz - Java Red - Traditonal — Rico Reserve

Som: Shure PGX4 - Shure WB98H/C

Professores de Saxofone:
Leo Gandelman, Hector Costita, Nivaldo Ornelas,
Vinícius Dorin, Emiliano Barri, Raul Valente, Rodrigo Capistrano. . .

Linguagem e Estruturação Musical: Andre Dittrich - Harmonia: Alexy Viegas

Maestros: Dario Sotelo - . . .

Tocando do Lado Grave ao Altivo da Força !

Networking Remunerado Blonski
Posted Image

.

Posted Image .. Posted Image .. Posted Image .. Site...



#20 MURILO.SAX.ALTO

MURILO.SAX.ALTO

    Membro Efetivo do Explicasax

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 1.409 posts
  • Gender:Male
  • Location:Meu Blog: http://nossaflautadoce.blogspot.com/

Posted 31 julho 2011 - 12:06

Cara, que post incrivel!

É surpreendente "como fazemos coisas no automático". Eu li apenas o primeiro post e tive que viajar a uma cidade distante cerca de 100 km, e fui literalmente dirigindo no piloto automático refletindo sobre estas palavras e o quanto a rotina estava presente em minha vida e o quanto eu luto, meio que inconciente, pra muda-la.

Uma comparação que posso fazer sobre esta questão da rotina da forma cima citada é que parecemos zumbis, e sabe o que me espantou mais, foi que as vezes parece que a sociedade parece que está meio "zumbimática". Sabe, parece que se derrepente algum indivíduo se sobressai desta "zumbimática" a sociedade fica meio que forçando a barra para que vocÊ voute ao estado de zumbi...

Eu digo isto porque... Vou dar um exemplo: alguem disse que para começar o som no saxofone tem que pronunciar "TU", e assim permaneceu por décadas até ficar automatizado ("zumbimática"). Derrepente surge outra linha de raciocinio e diz que ficaria melhor se iniciassemos o som com um "HOO". E o que acontece aí? Os zumbis vem e te apontam um dedo dizendo que não é assim por que blá, blá, blá, blá, blá... Cara isso é só um exemplo mais poderiamos pensar milhões...

QUEBRAR A ROTINA EXIGE CORAGEM!!!

Coragem de experimentar, tentar, buscar...

Este artigo do jornal O Estado de São Paulo que o Profº Ivan postou, acho que traduziu o que muitos de nós sentimos e muitas vezes não sabenos explicar, mais que esta dentro de cada um como um fogo incessante que evita o resfriamento da nossa vondade de VIVER...








0 user(s) are reading this topic

0 members, 0 guests, 0 anonymous users