Jump to content


Photo

De novo, discriminação contra nossa queria flauta doce


28 replies to this topic

#21 Johnny Mota

Johnny Mota

    Usuário Participativo

  • Membros
  • PipPip
  • 260 posts
  • Gender:Male
  • Location:Curitiba

Posted 04 novembro 2008 - 09:54

Vou comprar uma flauta doce.

Qual seria a melhor delas em termos de tissitura para equivaler à altura da voz.

Estou pensando comigo que a contralto seria a melhor. Pelo que vi a soprano é muito alto, sendo um transpositor à oitava da nota escrita. Não chego nem perto das notas que ela alcança...

Já a contralto tem uma leitura direta sem transposição e está numa posição mais "cantável". O site que peguei a informação foi este:

http://www.geocities...4/extensao.html

Na realidade, como as músicas usam muito o Dó abaixo do pentagrama, penso que a tenor se aproximaria mais da voz.

Mas acho que estou fazendo alguma confusão...

Quem me ajuda?

Obrigado.
Sax Alto Selmer Aristocrat AS-600; Boquilhas Dukoff D6, Fuks A35JJ, JAF A8*, Vandoren A35 Jumbo Java; Palheta Vandoren V16 #3

#22 Prof.Gabriel

Prof.Gabriel

    Membro Efetivo do Explicasax

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 1.859 posts
  • Gender:Male
  • Location:Salvador - BA
  • Interests:Flautas, Clarinete, Trompete, Sax, Piano, Violão, Violino

Posted 05 novembro 2008 - 11:42

Olá !

No canto cada voz (soprano, contralto, tenor e baixo) brilha mais em uma determinada tessistura, assim acontece nas flautas doce. Os agudos da soprano são imbatíveis. A doçura da contralto é muito boa. A flaua tenor alcança notas mais graves que a contralto, mantendo o bom timbre. E a flauta baixo possue os graves necessários para um bom quarteto de flautas doce. Todas se completam.

A depender da música que você escolhe e do tom que você queira tocar, a melhor escolha pode ser uma flauta soprano ou contralto ou a tenor ou a baixo. Na flauta soprano se você considerar o C grave como o Dó central do piano, ou o dó grave de uma cantora soprano, obviamente temos que a flauta soprano é a mais indicada pra tocar a melodia do soprano. Essas questões são relativas pois envolvem muitos aspectos de preferências pessoais e dos arranjos para as músicas.

Lembre-se que toda musica deve ter o seu tom ajustado para a pessoa que canta, ou no caso, pára a flauta que será usada.
Flautas, Piano, Violão, Sax, Clarinete
Futuramente: Trompete, Violino, Bateria


#23 etrozeski

etrozeski

    Usuário

  • Membros
  • Pip
  • 8 posts

Posted 07 julho 2009 - 04:19

Como discrimina um instrumento desses?

<object width="425" height="344"><param name="movie" value="http://www.youtube.c...></param><param name="allowFullScreen" value="true"></param><param name="allowscriptaccess" value="always"></param><embed src="http://www.youtube.c...-br&fs=1&rel=0" type="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="425" height="344"></embed></object>

#24 Zascrash

Zascrash

    Usuário

  • Membros
  • Pip
  • 1 posts

Posted 01 abril 2010 - 01:52

Acho que um dos motivos para discriminação desse instrumento é que na maioria das escolas escolhem flauta doce pra ensinar as crianças, já que ela tem um preço acessivel. Como poderia um professor pedir que todos os alunos comprassem um piano ou violão? Então começam por ensinar as primeiras notas.. Dó, re, mi, fa, sol, la, si. É uma escala muito fácil, só ir tirando os dedos e apartir disso já se pode tocar músicas faceis como parabens pra você. A criança, por conseguir isso, já acha que sabe e domina o instrumento e quando cresce, a maioria não continua com a flauta(as que continuam descobrem que realmente é um instrumento que é díficil de tocar bem) e já adulto quando ve alguem com uma flauta logo pensa "ah, eu aprendi a tocar isso quando eu era criança" Mas na verdade, essa pessoa acha que aprendeu, só porque conseguia tocar a primeira escala e as músicas mais elementares...
Isso aconteceu com todas as pessoas que tive contato, todas me falaram que sabiam tocar flauta e que aprenderam quando era criança, mas se for pedir para tocar qualquer música a pessoa nem sabe ler partitura. Então as pessoas pensam que é um instrumento fácil e barato que só serve para crianças. Eu sofri muito com isso, porque por melhor que eu tocasse, não era reconhecido, era como se qualquer criança com 1 mes de aula pudesse tocar o mesmo.

Bom, essa é minha opinião e creio que seja o motivo.

Abraços.

#25 guidosax

guidosax

    Membro Efetivo do Explicasax

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 1.353 posts
  • Gender:Male

Posted 02 abril 2010 - 10:56

Se flauta doce nao é instrumento devo ser um ET, brincadeiras a parte, mas dizer que a flauta, que ate onde sei é o instrumento mais antigo do mundo, nao ser um instrumento é no minimo um sacrilegio musical.

Os néscios e os fanáticos de toda ordem, sempre seguros de si, imaculados por sua ideologia, esquecem que são falhos, acham-se os donos da verdade absoluta, ja os sabios, por sua humildade e mansidão, cautelosos, são cheios de dúvidas.

#26 Jimmy Christyan

Jimmy Christyan

    Usuário

  • Membros
  • Pip
  • 15 posts
  • Gender:Male

Posted 13 abril 2010 - 09:31

QUOTE(Zascrash @ 01/04/2010 - 13:52) <{POST_SNAPBACK}>
Acho que um dos motivos para discriminação desse instrumento é que na maioria das escolas escolhem flauta doce pra ensinar as crianças, já que ela tem um preço acessivel. Como poderia um professor pedir que todos os alunos comprassem um piano ou violão? Então começam por ensinar as primeiras notas.. Dó, re, mi, fa, sol, la, si. É uma escala muito fácil, só ir tirando os dedos e apartir disso já se pode tocar músicas faceis como parabens pra você. A criança, por conseguir isso, já acha que sabe e domina o instrumento e quando cresce, a maioria não continua com a flauta(as que continuam descobrem que realmente é um instrumento que é díficil de tocar bem) e já adulto quando ve alguem com uma flauta logo pensa "ah, eu aprendi a tocar isso quando eu era criança" Mas na verdade, essa pessoa acha que aprendeu, só porque conseguia tocar a primeira escala e as músicas mais elementares...
Isso aconteceu com todas as pessoas que tive contato, todas me falaram que sabiam tocar flauta e que aprenderam quando era criança, mas se for pedir para tocar qualquer música a pessoa nem sabe ler partitura. Então as pessoas pensam que é um instrumento fácil e barato que só serve para crianças. Eu sofri muito com isso, porque por melhor que eu tocasse, não era reconhecido, era como se qualquer criança com 1 mes de aula pudesse tocar o mesmo.


Brilhantemente colocado ! Resumiu muito bem o que eu passo também. Estou aprendendo a tocar de maneira séria faz apenas 4 meses, mas as pessoas que ficam sabendo sempre me perguntam se eu vou aprender a tocar um instrumento de verdade mais tarde. Como se a flauta doce não fosse um instrumento sério. Bem chato isso.



#27 rosilene1234david

rosilene1234david

    Usuário

  • Membros
  • Pip
  • 3 posts
  • Gender:Female
  • Interests:Flauta Doce

Posted 24 março 2011 - 08:52

Gostei deste post, porém os sites já não estão mais disponiveis. Seria possível colocar o nome da camerata por exemplo? Grata =)


QUOTE(ÂngeloU @ 05/01/2007 - 21:26) <{POST_SNAPBACK}>
É muita ignorância tentar diminuir a flauta doce, mas as vezes a ignorância é até admissível.
O pior é continuar na ignorância e criticar sem pesquisar a respeito.
As flautas são instrumentos antigos até pre-históricos, já a flauta doce pelo que eu pesquisei, a primeira referência à flauta doce está num livro de contas do Rei Henrique IV em 1388.( vide nesse site http://www.geocities...historico.html)
desde de quando um instrumento do século XIV é brinquedo?
a pessoa que criticou esse instrumento nem imagina a literatura que existe para esse instrumento, dúvido o tal infeliz que criticou seria capz de ler um fac-simile de flauta doce.
A flauta é vista como um brinquedo porque ela foi quase abandonada durante muito tempo em uns 2 séculos atrás mas foi retomada, e popularizou muito e hoje qualquer melodia seja de axe ou pop é tocada na flauta doce por isso ela é diminuida, mas existe muita coisa para flauta e isso deveria ser valorizado antes que extinga.
Olhem o site dessa camerata:
nesse link tem videos: http://www.pantagrue.../videoseng.html
é soberbo. por curiosidade:
Em meados do século XVI, Rabelais, um romancista Francês de grande expressão, escreveu vários contos com um herói criado pela sua imaginação. Este era Gargantua, um gigante andarilho.
Gargantua tinha um filho, Pantagruel.
O que os caracterizava era a aguçada inteligênciae a vasta cultura, além de um grande senso de humor. Pois bem; esta dupla, nas narrativas de Rabelais, percorreu a pé quase toda a Europa, amealhando histórias interessantes por onde passavam. De volta a Paris, onde residiam, convidavam os amigos para escutar suas narrativas.
Estas eram feitas em torno de lautas mesas bem sortidas de vinhos finos e iguarias requintadas, sempre dentro de um clima amigável e alegre. Daí a palavra Pantagruel tornou-se adjetivo como indicadora de fartura e bom gosto no que se refere a comidas e bebidas em ambientes alegres. Portanto, nos dias atuais, uma farta refeição ou banquete pode ser considerado “pantagruélico”. veja tbem http://pt.wikipedia....wiki/Pantagruel
Vcs sabiam que o pai de Galileu era músico? pois é, ele era alaudista(outra de minhas paixões é um dia conseguir adquiri um alaúde, que por sinal é muito caro, mas um dia eu vou conseguir!)
e reformou a teoria musical que antes era baseado na teoria de pitágoras(outra coisa q eu tenho vontade de aprender)
vejam essa música dele transcrita para violão:

e o irmão mais novo do galileu Galilei tbém era música(alaudista) seu nome: Michelangelo Galilei : http://youtube.com/r...p;search=Search
aqui^ o Peo Kindgren toca 3 músicas dele.
desculpem se ficou grande, eu só quis falar um pouco sobre música antiga.
abração!



#28 Valquiria Souza

Valquiria Souza

    Membro Efetivo do Explicasax

  • Membros
  • PipPipPipPipPip
  • 2.455 posts
  • Gender:Female
  • Location:São Paulo - SP
  • Interests:Natureza, sax, flauta transversal, psicologia, filmes

Posted 26 março 2011 - 04:26

QUOTE(eutoco_frauta @ 19/10/2008 - 17:55) <{POST_SNAPBACK}>
Se as flautas forem de fabricantes diferentes podem ter afinações diferentes (mesmo que na prática os manuais não o digam). Para ajustar vc pode afastar aquela parte de baixo da flauta pra descer um pouco o tom.

=|=|< (digamos que esta seja a flauta)

=|=| < (ficaria assim, o ultimo pedaço que eu não sei o nome é afastado =-p)


Já q tocaram nesse assunto como afinar a flauta doce ? É só isso ? huh.gif
grata
smile.gif

Tú és fiel, Senhor

"Provai e vê que o Senhor é Bom, bem aventurado o aquele que nEle se refugia." Salmo 34

sax alto:
conductor by Ivan Meyer
boquilha latão by Ivan Meyer 7 - palheta fibracell premier 1,5 


sax tenor:
conn shooting star 1970 todo original  regulado by Ivan Meyer
boquilha Ivan Meyer 8* aluminio - refaceada para jazz antigo por Ivan Meyer
palheta fibracell 1,5 

 

outros:
teclado psr 1000 yamaha
flauta transversal yamaha 211s 
flauta andina de bambú
violão Digiorgio Master
Pedal behringer DR 600 reverb

microfone p/ flauta LMC

microfone sax arcano

 

"Quem pergunta pode parecer tolo por 5 mim., mas quem não pergunta é tolo a vida inteira !!! " Proverbio chinês.


#29 Brian dos Reis

Brian dos Reis

    Usuário Destaque

  • Membros
  • PipPipPipPip
  • 678 posts
  • Gender:Male

Posted 30 janeiro 2017 - 07:37

Eu tenho uma flauta doce contralto barroca, e acho que é um instrumento extremamente difícil se você for tocar certinho.

Também notei que ela melhora suas habilidades em outros instrumentos.

 

Por exemplo: conheço muitos músicos que são capazes de soprar um sax contrabaixo e não conseguem soprar uma flauta doce, pois não tem controle da coluna de ar. O estudo da flauta doce desenvolve esse controle, fazendo com que você desenvolva muita suavidade e expressão nos outros instrumentos.

 

Além disso ela tem uma digitação muito complexa: na minha opinião a digitação da flauta barroca é mais difícil que a da transversal, da clarineta e do sax.

Tocar flauta doce é um ótimo exercício para os dedos.

 

E quanto ao valor dela, para mim vale tanto quanto qualquer outro instrumento, pois eu considero o valor sentimental do instrumento, e não o valor financeiro.

 

Quem tem preconceito contra ela, nunca entenderá essas coisas... 





Reply to this topic



  


0 user(s) are reading this topic

0 members, 0 guests, 0 anonymous users